A refundos procura maximizar a performance dos seus activos, garantindo elevada satisfação dos seus parceiros, através de uma abordagem pessoal com soluções de investimento à medida de cada perfil de investimento.

A Refundos

refundos -Quem Somos

Durante quase duas décadas a refundos tem estado activa no mercado imobiliário Português na área da Gestão de Activos Imobiliários e Gestão de Fundos Imobiliários.

A refundos está sedeada em Lisboa.

A refundos possui profissionais experientes na área do investimento imobiliário, possuindo uma visão inovadora e proactiva na gestão de activos e dispondo também do conhecimento, recursos e visão estratégica adequada ao mercado de activos imobiliários.

Através de estratégias de gestão dinâmicas, a refundos tem conseguido acrescentar valor ao mercado de fundos de investimento e na gestão de activos.

A refundos tem vindo a atingir, ao longo dos anos, um significativo reconhecimento do mercado e investidores, principalmente pelos denominados investidores institucionais.

A refundos recentemente alargou a sua oferta de serviços para investidores internacionais.

História

A refundos foi constituída em 28 de Janeiro de 1993, após ter sido autorizada pela portaria nº. 368/92, assinada pelo Sr. Secretário de Estado do Tesouro em 20 de Novembro de 1992, depois de ouvidos o Banco de Portugal e a Comissão do Mercado de Valores Mobiliários, publicada na II série do Diário da República em 3 de Dezembro de 1992. A refundos é uma sociedade anónima, com um capital subscrito e realizado de 375.000 euros e tem a sua sede em Lisboa, na Av. Fontes Pereira de Melo, nº 14 - 11º andar. O capital da refundos é detido em 80% pelo Grupo Semapa e pela Eurovida - Companhia de Seguros Vida, SA na restante percentagem do capital.

Desde a data da constituição da refundos a Administração, na gestão do fundo Maxirent - Fundo de Investimento Imobiliário Fechado, sempre adoptou uma política de aplicações baseada em critérios de segurança e rendibilidade, de forma a acautelar os interesses dos participantes. O investimento dos capitais disponíveis sempre foi feito na sua grande parte em activos imobiliários, tendo em conta não só o rendimento imediato como também a sua valorização futura, bem como uma politica de diversificação de riscos sem, à partida, privilegiar nos seus investimentos nenhuma zona do país, baseando sempre as suas decisões sobre aquisição, recuperação ou construção de património imobiliário, para arrendamento ou venda, na existência de procura por satisfazer, de forma a acautelar o arrendamento ou a venda dos seus imóveis.

O fundo Maxirent, cujos participantes são na sua grande maioria investidores institucionais, apresenta uma rentabilidade histórica superior à média, o que confirma as estratégias de investimento seguidas. O actual valor do fundo Maxirent, que excede os € 84 milhões de euros, representa um crescimento de 100% desde a data da sua constituição.